out 9

Dúvidas Relacionadas a Estabilidade no Emprego e Licença-maternidade

Tags:

direito trabalhista  gera dúvidas e questionamentos para os trabalhadores, independente da área em que o empregado atua.

Isso porque, existem diversas regras, bem como uma variedade de entendimentos sobre as diversas matérias dentro do direito do trabalho

É o caso das trabalhadoras grávidas. Todas as mulheres precisam do apoio da empresa durante a gestação, mas nem sempre isso acontece, por isso, o Advogado trabalhista para Gestante é o responsável para apoiar e esclarecer todas as questões trabalhistas da empregada a fim de resolver os problemas.

advogado trabalhista vai analisar todo o contrato da empregada para conferir se a empresa está cumprindo todas as leis e regras.

Se não estiver, o Advogado para Gestante pode buscar irá orientá-la e pleitear os seus direito na Justiça do Trabalho.

Estabilidade no Emprego e Licença-maternidade

Um dos principais direitos da trabalhadora gestante, além da licença-maternidade de 120 dias com remuneração, é a estabilidade no emprego.

No entanto, muitas vezes, algumas empresas não garantem essa estabilidade e dispensam a funcionária antes do período determinado pela CLT.

Por isso, é preciso ficar bem atenta, para que você não tenha prejuízos em relação ao recebimento de seus direitos.

Segundo a norma estabelecida pela CLT, a trabalhadora gestante tem o direito de estabilidade no serviço de cinco meses após o parto.

Além disso, até mesmo as funcionárias que descobrirem a gravidez durante o aviso prévio, possuem o direito de estabilidade provisória até concluir o período da licença-maternidade.

Esse benefício está assegurado pela Lei 12.812/2013.

Para mais informações ou esclarecimentos, entre em contato com a Guimarães e Ruggiero e contrate um Advogado para Gestante para lutar pelos seus direitos.