Em um cenário jurídico e econômico de mudanças constantes e novas leis, bem como entendimentos sobre a legislação brasileira, as empresas precisam ficar atentas para garantir maior segurança operacional para os negócios. Dessa forma, a advocacia preventiva torna-se mais procurada por empresários de diferentes segmentos.

Conheça a seguir do que se trata a advocacia preventiva, qual o objetivo dela e quais benefícios ela pode proporcionar ao empresário.

O que é advocacia preventiva?

É frequente que os serviços de um advogado só sejam procurados quando a empresa já enfrenta algum processo ou tem um problema judicial a ser resolvido. Entretanto, os custos elevados dessa opção fazem com que uma nova alternativa se consolide, a advocacia preventiva.

Esse conceito refere-se a um auxílio permanente, realizado por um advogado com registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), nas questões da empresa com objetivo de assessorar a tomada de decisão do negócio e contribuir na adoção de ações preventivas que garantam o atendimento às exigências legais.

Dessa forma, em vez de esperar que problemas jurídicos surjam, o empresário possui uma atuação proativa e minimiza as chances de que o negócio enfrente problemas dessa natureza. Na assessoria jurídica preventiva estão inclusas atividades como:

  • Elaboração e revisão de contratos de diferentes naturezas;
  • Verificação dos termos que serão assinados;
  • Orientações no que diz respeito aos empregados, como modalidade de contratação, advertências, suspensão ou justa causa;
  • Mediação no relacionamento com clientes — quando necessário;
  • Elaboração de regulamento interno da empresa, dentre outras questões;
  • Negociação junto aos Sindicatos;
  • Acompanhamento nas questões jurídicas do dia a dia da empresa, etc.

A adoção de uma postura preventiva nas questões trabalhistas e societárias da empresa proporciona mais segurança e evita uma série de situações prejudiciais ao negócio que podem ocasionar desde multas, até interdições, processos e falência em casos mais graves.

O que a assessoria jurídica ajuda a prevenir?

Com esse suporte, que deve ser dado por um advogado especializado ou por um escritório de advocacia, o empresário previne diversos problemas de cunho jurídico que poderiam acontecer, como:

  • A imposição de cláusulas abusivas nos contratos comerciais;
  • Descumprimento da legislação trabalhista que pode ocasionar processos;
  • Dubiedade nos contratos, causando prejuízos e brechas legais.
  • Os mais variados litígios, etc.

Além de evitar que tais situações aconteçam, a advocacia preventiva garante que demandas judiciais ou extrajudiciais sejam atendidas com mais qualidade e conhecimento de causa, tornando-as menos onerosas e com melhores possibilidades de defesa.

Atualmente, a procura pela advocacia preventiva tem aumentado no Brasil devido a maior consciência do gestor sobre a importância dessa área para minimizar riscos jurídicos e financeiros para a empresa.

Em outros países, principalmente nos desenvolvidos, a assessoria jurídica é ainda mais comum nas pequenas e médias empresas, garantindo maior estabilidade, chances de crescimento e atuação competitiva.

Dessa forma, a advocacia preventiva torna-se cada vez mais comum entre as empresas brasileiras que identificam que o serviço proporciona uma melhor estrutura para a consolidação do negócio, menores custos no longo prazo e estabilidade trabalhista e contratual.

 

Posts relacionados

Advogado Especialista em Assessoria Jurídica
A complexidade legal para abertura e operação de empresas no Brasil demanda que os negócios, independentemente do porte e segmento, precisem do auxílio de um advogado especialista em assessoria jurídica para mitigar problemas com a observância …

Direito para startup: Como funciona?
Com a expansão desse modelo de negócio, os empreendedores precisam pensar desde o primeiro momento no direito para startup, garantindo que a empresa emergente esteja em conformidade com as questões legais exigidas. Ainda que tenha característi…

Quando contratar uma consultoria jurídica?
Apesar da expectativa do empresariado para 2020 estar mais positiva, alcançando os 80% conforme reportagem publicada pelo jornal DCI, é fundamental que os gestores sejam mais preventivos quando o assunto é o controle de gastos. Isso inclui não so…