A consultoria jurídica para pequena empresa ainda não é uma solução muito comum na área corporativa no Brasil. Entretanto, ela apresenta diversos benefícios operacionais e financeiros para as empresas, devendo ser adotada desde o início.

Uma consultoria jurídica para pequena empresa consiste em um serviço realizado por um advogado ou escritório especialista na área, com o objetivo de assessorar diversas áreas da empresa, como contratual, relações de trabalho, revisando atos, auxiliando o RH, entre outras funções.

Dessa forma, a assessoria jurídica apresenta-se como bastante benéfica para empresas de diferentes portes, incluindo as pequenas e médias, pois mesmo nesses locais, o funcionamento jurídico adequado é essencial para evitar despesas não planejadas ou elevados custos com funcionários e tributação.

Como funciona a consultoria jurídica para pequena empresa?

A consultoria jurídica para pequena empresa é realizada de acordo com as necessidades apresentadas pelo cliente, de forma que ela pode ser personalizada e atender as principais demandas do negócio. Entre as responsabilidades que podem ser atribuídas a ela estão:

  • Elaboração de conduta para os empregados usando as regras de compliance;
  • Análise e elaboração de contratos;
  • Auxílio no processo de contratação do empregado, orientando sobre a forma de contratação, a elaboração do contrato de trabalho apropriado e adaptado a reforma trabalhista, como no trabalho intermitente, e acompanhando a rescisão do contrato quando necessário;
  • Suporte necessário no dia a dia da empresa, revisando os atos praticados, auxiliando o RH, informando e tirando dúvidas acerca da legislação e portarias do Ministério do Trabalho;
  • Elaboração do regulamento interno, analisando e implementando a convenção coletiva da categoria pertinente;
  • Orientação e suporte em caso de acidente de trabalho;
  • Análise e orientação em caso de infrações cometidas pelos empregados, resguardando os interesses empresariais;
  • Auditoria de processos, visando resguardar a legalidade e efetividade das decisões tomadas;
  • Assessoria jurídica preventiva, evitando o surgimento de problemas com a Justiça do trabalho.
  • Auxílio em conflitos envolvendo clientes ou fornecedores.

Todos esses processos auxiliam a manutenção regular do funcionamento da empresa garantindo uma melhor adequação dos processos às regras legais, além de utilizar o conhecimento da lei para decisões mais estratégicas no negócio, como um modelo de contratação mais vantajoso, por exemplo.

A consultoria jurídica para pequena empresa também reduz os gastos necessários com processos e ações trabalhistas, pois garante um funcionamento pertinente de todas as áreas, seguindo as disposições legais e sindicais de cada categoria.

Atualmente, devido à recente aprovação da Reforma Trabalhista e a expectativa de novas mudanças na área, como o eSocial, exige-se que as empresas se adequem às regras e possam usar os novos recursos em favor do negócio.

Quando contratar a assessoria jurídica?

A consultoria jurídica para pequena empresa deve ser contratada desde a abertura do negócio, garantindo que todas as etapas legais sejam acompanhadas desde o início, o que evita o surgimento de problemas legais que podem colocar em risco o financeiro ou operacional da mesma.

A assessoria jurídica atua preventivamente, de forma que situações prejudiciais ao desenvolvimento do negócio possam ser evitadas desde o início da empresa. Também é possível que o advogado responsável auxilie nas fases de abertura do negócio, que demandam diversos serviços burocráticos, como a definição da modalidade tributária que influenciará permanentemente o negócio.

Assim, a contratação da consultoria jurídica para pequena empresa pode ser realizada desde o início. Entretanto, caso ainda não conte com a solução mesmo em uma pequena empresa já atuante no mercado, a assessoria pode ser buscada tanto para auxiliar nos próximos passos do negócio, quanto para rever contratos e outras demandas antigas.

Quanto custa uma consultoria jurídica?

O custo da consultoria jurídica para pequena empresa varia de acordo com os serviços que serão realizados pelo advogado responsável, pela quantidade de empregados contratados na empresa e pelo histórico de demandas. Entretanto, destaca-se que o custo é consideravelmente menor do que os relacionados com a correção de problemas legais ou processos trabalhistas.

Dessa forma, a consultoria jurídica para pequena empresa garante que o negócio minimize a ocorrência de problemas jurídicos e tenha estrutura suficiente para consolidar-se e crescer.

Posts relacionados

Advogado Especialista em Assessoria Jurídica
A complexidade legal para abertura e operação de empresas no Brasil demanda que os negócios, independentemente do porte e segmento, precisem do auxílio de um advogado especialista em assessoria jurídica para mitigar problemas com a observância …

Direito para startup: Como funciona?
Com a expansão desse modelo de negócio, os empreendedores precisam pensar desde o primeiro momento no direito para startup, garantindo que a empresa emergente esteja em conformidade com as questões legais exigidas. Ainda que tenha característi…

Quando contratar uma consultoria jurídica?
Apesar da expectativa do empresariado para 2020 estar mais positiva, alcançando os 80% conforme reportagem publicada pelo jornal DCI, é fundamental que os gestores sejam mais preventivos quando o assunto é o controle de gastos. Isso inclui não so…