nov 3

Qual a carga horária de bancários e como funcionam as horas extras?

Tags:

Carga horária de bancário e horas extras | GR Advogados A Convenção Coletiva de Trabalho da categoria prevê uma carga horária de bancários de 30 horas semanais, com seis horas diárias de trabalho e descanso remunerado no sábado.

A regra de seis horas, entretanto, não se aplica aos profissionais que exercem cargo de confiança, por exemplo, sendo que, nessas situações, um advogado para bancário pode ser consultado para verificar a regularidade do contrato de trabalho e garantir que todos os direitos estejam sendo cumpridos.

Aos profissionais que cumprem seis horas diárias de trabalho, com período para descanso ou almoço de 15 minutos, a regra para cálculo das horas extras é distinta dos profissionais que trabalham oito horas diárias.

Deve-se considerar os divisores previstos na Súmula 124 para o cálculo das horas extras, sendo determinado que:

“SUM-124 BANCÁRIO. SALÁRIO-HORA. DIVISOR

I – O divisor aplicável para o cálculo das horas extras do bancário, se houver ajuste individual expresso ou coletivo no sentido de considerar o sábado como dia de descanso remunerado, será:

  1. a) 150, para os empregados submetidos à jornada de seis horas, prevista no caput do art. 224 da CLT;
  2. b) 200, para os empregados submetidos à jornada de oito horas, nos termos do § 2º do art. 224 da CLT.

II – Nas demais hipóteses, aplicar-se-á o divisor:

a)180, para os empregados submetidos à jornada de seis horas prevista no caput do art. 224 da CLT;

  1. b) 220, para os empregados submetidos à jornada de oito horas, nos termos do § 2º do art. 224 da CLT”.

A cláusula 8ª da CCT 2014/2015 dos bancários determina que o pagamento das horas extras terá um adicional de 50% em relação ao pagamento das horas normais.

Como fazer o cálculo da hora extra para bancário?

Para realizar o cálculo das horas extras para um trabalhador de banco, utilizaremos um exemplo hipotético com uma base de salário de R$ 1.800,00. Sendo assim:

  • Salário mensal: R$ 1.800,00
  • Jornada de seis horas com divisor 150
  • Adicional de horas extras de 50%
  • Horas extras trabalhadas 2 horas

O cálculo se dará da seguinte forma:

R$ 1.800,00 / 150 = R$ 12,00 + 50% (R$ 12,00 x 50% = 18,00) – R$ 18,00 representa uma hora extra por dia.

Portanto, duas horas extras por dia, no exemplo mencionado, corresponde a R$ 36,00 (trinta e seis reais).

Dividindo o salário com base do divisor 150, o valor das horas extras realizadas será superior ao com base no cálculo de divisor 180, utilizado por algumas instituições financeiras.

Caso tenha dúvida sobre o divisor usado ou sobre o pagamento das horas extraordinárias, um advogado para bancário deve ser consultado.

Por que contratar um advogado para bancário especializado?

Como visto no exemplo acima, o divisor usado no cálculo das horas extras para bancário é diferente do divisor usado em outras categorias de trabalho.

Como grande parte dos direitos assegurados aos bancários não estão previstos apenas na CLT, mas também na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, indica-se a contratação de um advogado para bancário especializado na categoria.

O profissional terá que ter um amplo e aprofundado conhecimento sobre a convenção específica da categoria, o que torna importante o cuidado do bancário em procurar por um profissional que conheça as particularidades da área, tanto no que se refere ao pagamento de horas extras quanto de outros direitos assegurados à categoria ao longo dos anos.

O advogado para bancário pode ser procurado sempre que o bancário tiver uma dúvida sobre o contrato de trabalho ou sobre a relação trabalhista.